18 de agosto de 2016

Ninja Kids

"O Pequeno Guerreiro"

No mundo de hoje, valores como disciplina, respeito e companheirismo são muitas vezes deixados de lado. Pai e mãe frequentemente trabalham e, por isso, muitas vezes não têm condições para ajudar a construir estes valores na criança, uma vez que estão com muito pouco tempo em contato com os filhos que, normalmente, passam seus dias em frente a uma televisão e/ou em contato com companhias inadequadas. Além disso, as escolas, em geral, dão prioridade ao aspecto intelectual, pondo menos ênfase nos fundamentos da educação moral, cujos ensinamentos estão voltados para o comportamento disciplinar e social.

A prática da arte marcial sob a orientação de instrutor qualificado trará benefícios inestimáveis para a criança, pois se ela for bem orientada e motivada, será um grande passo para se evitar o aparecimento de certos vícios (como o uso de drogas, por exemplo), nocivos à saúde.

Nesse sentido, podemos dizer que a prática correta da arte marcial ninja auxilia enormemente na educação, formação e desenvolvimento da criança. Ela aprende a respeitar, prestar atenção e a se relacionar com os outros e a interagir com seu ambiente. Relativamente ao aspecto físico, ela estará sempre a exercitar-se, o que lhe proporcionará um melhor desenvolvimento corporal, contribuindo para uma vida saudável em todos os aspectos.

a) Disciplina;
b) Respeito;
c) Autoconfiança;
d) Companheirismo;
e) Coragem.

O estímulo à coragem para enfrentar obstáculos é parte dos ensinamentos. A coragem nada mais é do que a energia moral que temos diante de situações difíceis ou de aflição.

"Perder dinheiro é perder pouco, perder confiança é perder muito, mas perder a coragem é perder tudo, porque se perderá a si mesmo. Portanto, mantenha a coragem como um dos bens mais preciosos da vida."

Alguns benefícios fisiológicos do Ninjutsu como atividade física sistematizada sob acompanhamento de um profissional qualificado:

a) Diminuição da frequência cardíaca em repouso, economia aproximada a cinco milhões de batimentos por ano;

b) Elevação da taxa de transporte de oxigênio no sangue;

c) Aumento do número de capilares sanguíneos do coração e dos pulmões, possibilitando uma melhor troca de oxigênio, dióxido de carbono e nutrientes entre as células sanguíneas e as do organismo;

d) Aumento da capacidade do corpo de remover resíduos celulares produzidos pela realização de exercícios prolongados;

e) Fortalecimento do músculo do coração, permitindo, assim, a ejeção de um maior volume de sangue por batimento (volume-contração). O coração pode repousar mais entre as batidas e, por isso, torna-se uma bomba mais eficiente;

f) Correção da postura, evitando-se, assim, problemas vertebrais;

g) Aprimoramento da coordenação motora, esquema corporal, percepção sinestésica, percepção visual, tátil e auditiva;

h) Melhora do vigor físico, tônus muscular e elasticidade;

i) Alívio do stress, melhora da concentração e da disciplina.

ninja-kids1

Além de ser o melhor e mais completo sistema de combate e defesa pessoal já criado pelo homem, o Ninjutsu é a única arte marcial completa que contém um conjunto de técnicas evolucionárias que tornam possível encarar a vida (adaptação aos riscos e adversidades) por meio de uma disciplina FÍSICA, MENTAL e PSICOLÓGICA direcionada à sobrevivência.

“Algumas das disciplinas existentes no Ninjutsu colocam o aluno, de forma prática, em contato com os mais variados conceitos científicos de disciplinas como: geografia, história, química, física aplicada e quântica, biologia, etc. Além disso, o praticante mergulha no mundo do teatro, em que o ninja adquire habilidades de representar (teatro kabuki).”

1. MANUTENÇÃO DA SAÚDE E FORTALECIMENTO FÍSICO

É inegável a contribuição que a prática física da arte marcial proporciona aos praticantes, principalmente para a criança que está em fase de crescimento e desenvolvimento. Correção da postura corporal e agilidade física são alguns dos primeiros benefícios que os pais percebem em seus filhos.

2. COORDENAÇÃO MOTORA

Executando os exercícios conhecidos como KIHONS, exercita-se de forma natural e progressiva toda a estrutura física necessária e fundamental, pois se trabalham os membros superiores e inferiores, lados direito e esquerdo simultaneamente e, consequentemente, ativam-se os lados direito e esquerdo do cérebro.

3. RELAXAMENTO

Tendo em vista a ampla variedade de exercícios anaeróbicos e aeróbicos durante o treino, todo o sistema muscular é trabalhado em sincronia. Existe um trabalho de contração e descontração muscular, que, juntamente com o devido ritmo de trabalho, proporciona uma sensação de relaxamento e bem-estar no fim da cada aula. Note que Instrutores, Professores ou Mestres não substituem os Pais, e também não é essa a intenção. A proposta é utilizar a filosofia marcial para ajudar a construir um cidadão melhor.

"A educação de uma criança deveria começar antes do seu nascimento."

Uma arte marcial como o Ninjutsu adaptada para crianças demonstra e promove o ensino da autoestima, autocontrole e autodefesa, além de colaborar com a união entre pais e filhos. Através dos treinos e da cultura da arte marcial as crianças se beneficiam da liberação de energia, stress relacionado com a vida moderna e aprendem a estabelecer os seus próprios objetivos e os métodos para alcançá-los.

A prática de artes marciais está a cada dia demonstrando um maior crescimento dentro das escolas devido aos benefícios que esta atividade pode proporcionar aos praticantes quanto ao comportamento humano e à melhora no desempenho escolar. Porém, ainda existem profissionais da área da educação escolar, bem como os próprios pais dos alunos, que mantêm certas reservas quanto a este tipo de prática, devido a alguns conhecimentos populares de que as Artes Marciais ensinam as pessoas a lutarem e posteriormente incentivam a violência física.

a) Melhora a autodisciplina para encontrar um desafio mental e também um desafio físico;

b) Melhora a agilidade;

c) Melhora os reflexos;

d) Melhora a coordenação;

e) Melhora a concentração;

f) Autodefesa;

g) Melhora a flexibilidade;

h) Melhora a autoestima;

i) Aumenta a força (física e mental);

j) Melhora a condição física (cardiovascular e resistência muscular).

O objetivo principal é apresentar os benefícios referentes às mudanças do comportamento na visão dos pais e professores, comprovando a eficiência da prática das artes marciais, principalmente quando a realização da atividade é durante a idade escolar.

Ficou constatado que alguns alunos ganharam muitos benefícios quanto ao comportamento e ao desempenho escolar na visão dos pais e professores. Entre os principais resultados ficaram a mudança dos hábitos do dia a dia quanto à alimentação e maior respeito com os pais, além de demonstrarem mudanças no ambiente escolar, desenvolvendo maior interesse nas aulas.

"A participação de crianças e adolescentes na prática das Artes Marciais pode influenciar no desenvolvimento do caráter humano, além de ter a oportunidade de melhorar sua saúde e a sua qualidade de vida."

a) Conhecer a si próprio e suas reações, especialmente em situações de limite;

b) Adquirir hábitos de disciplina;

c) Abandonar o egoísmo, individualismo e a competitividade, pois são causadores de violência;

d) Desenvolver um espírito e uma atitude de confiança;

e) Aprender a trabalhar em grupo (desenvolver o espírito de grupo);

f) Ajudar a encontrar a harmonia na vida: com a natureza e as coisas, com as pessoas e consigo mesmos;

g) Tem como objetivo evidenciar superioridade nas artes da guerra (bujutsu);

h) Tem como finalidade desenvolver um corpo forte, solidificando uma mente íntegra e um espírito verdadeiro.

Os praticantes adquirem autoconfiança e é incutido neles que permaneçam sempre ao lado da justiça, além de proporcionar a virtude de unir todos numa fraternidade comum, independentemente da religião, raça, nação ou barreiras ideológicas, tudo isto através da sua prática.

Em suma, proporcionar à comunidade uma modalidade que contribui numa formação em Defesa Pessoal, proporcionando uma maior autoestima e uma maior autoconfiança aos seus praticantes.

Alguns dos benefícios mais frequentemente apontados são: disciplina, controle muscular, melhoramento dos reflexos, desenvolvimento do raciocínio e da concentração, equilíbrio mental, aumento da autoconfiança e autoestima, estímulo ao instinto de sobrevivência sadia, respeito pelos companheiros e incentivo a uma convivência saudável em todos os ambientes sociais do praticante. Esta arte marcial é excelente para crianças tímidas – ajuda-as a estabelecer e manter ligações com os restantes colegas – e para crianças hiperativas ou agressivas – é uma excelente forma de canalizarem as suas energias.

O projeto "Ninja Kids" visa educar crianças e jovens, preparando-as melhor para as adversidades de um mundo que muda a cada dia, proporcionando uma melhor qualidade de vida através da prática de técnicas, filosofia e cultura da arte marcial ninja, permitindo ao praticante uma imersão em diversas disciplinas encontradas nesta arte.

Através das técnicas físicas, o adepto terá contato com inúmeras formas para um desenvolvimento sadio da saúde como sendo sua principal finalidade. A partir de exercícios semelhantes ao yoga, trabalhando articulações, músculos, tendões e a respiração por meio de posturas, alongamentos e outros exercícios provenientes da Índia, China e Japão. Esses exercícios ajudam no combate e prevenção de vários males, tais como: asma, obesidade, diabetes, câncer, doenças do coração, doenças ósseas e alergias.

Diferentemente de outras modalidades, para praticar o Ninjutsu conosco na BJKDB® o aluno precisa antes passar por uma entrevista realizada pelo instrutor responsável.

“É necessário fazer uma classificação, porque são ensinadas técnicas que podem ser usadas de maneira errada por pessoas de má índole. Não existe competição, pois seu objetivo é sobreviver. Uma das primeiras lições que os alunos aprendem é: não reagir nunca por algo material. Apenas se sua vida ou a vida de alguém estiver em risco, você deve usar a arte marcial.”

Além das técnicas de sobrevivência, quem pratica o Ninjutsu conquista, também, uma série de benefícios físicos e mentais. Isso ocorre porque a arte marcial busca “alcançar a iluminação”, ou seja, ver a vida de forma simples.

“Aqui a pessoa começa a se sociabilizar, a ser mais forte e a encarar os medos, pois adquire confiança. Ela aprende a lidar com a força e com a dor, que fazem parte do nosso dia a dia”.

“Trabalhamos a técnica, a utilização das armas e a parte didática que se caracterizam pela naturalidade das técnicas, liberdade de movimento e conceitos filosóficos, sem campeonatos, competições ou disputas, pois o nosso objetivo principal é o desenvolvimento do ser humano."

O Junan Taisô (exercício de flexibilidade) contribui para conferir a habilidade e a sensibilidade necessárias para a prática segura do Taijutsu (arte do corpo a corpo). Através deste, é obtida força exercitando os músculos e articulações com o objetivo de acentuar sua flexibilidade e elasticidade naturalmente, sem exagero ou esforço demasiado, evitando assim eventuais distensões. O Junan Taisô, juntamente com uma dieta equilibrada, proporciona um corpo flexível e forte, melhorando a saúde geral de forma natural, até mesmo em pessoas com idade avançada.

O Junan Taisô utiliza, entre outras técnicas, o Shin Kokyu Hô (técnicas de respiração profunda), Keikomae Zenshin Anma (massagem em todo o corpo antes do início do treino), Ryutai Undo Happô (oito maneiras de exercitar o “corpo do dragão” - o termo Happô está relacionado a oito determinadas partes do corpo).

A prática auxilia no desenvolvimento da musculatura, da seguinte forma:

Musculatura Fraca – através de vigorosos exercícios repetitivos, os músculos enfraquecidos pela falta de treino serão contraídos e relaxados de forma sistemática, levados a uma fadiga local ou geral, resultando em seu enrijecimento e fortalecimento;

Musculatura Retesada – torna-se mais flexível através de extensão relaxada, similar ao Yoga, que é caracterizada por postura sustentada durante um determinado tempo. Segundo a máxima Ninja, o corpo é um manancial infinito de sabedoria. Assim sendo, o Tairyôshin (consciência corporal) tem como objetivo principal reeducá-lo, auxiliando a redescoberta do potencial natural deste, vindo, por conseqüência, a expandir a mente e a melhorar expressivamente a qualidade de vida do praticante.

Respiração e Mentalização

É sabido que podemos ficar semanas sem comer e dias sem beber, mas apenas alguns minutos sem respirar, o que mostra a importância da respiração. Reeducando nosso modo de respirar, mudamos o trabalho do cérebro e ganhamos o controle sobre o sistema imunológico e a saúde mental. Através da mentalização (imagem mental), que resulta na tensão inconsciente dos músculos apropriados e na concentração, o sangue carregado chega até um lugar designado, promovendo a saúde e o bem estar geral, podendo inclusive ter efeitos mais profundos, em nível orgânico, hormonal, psíquico e energético.

Tonicidade

A tonicidade trabalha no relaxamento e distonia da musculatura. O objetivo da prática é fazer com que possamos usar as atividades dos músculos sem desperdícios, aprendendo a relaxá-los e tencioná-los quando necessário, mantendo o corpo desbloqueado.

Flexibilidade e força

Nos exercícios do Junan Taisô, trabalhamos dois tipos de músculos:

Fracos – São fortalecidos através de exercícios repetitivos, com rápidas contrações e relaxamentos;

Retesados – Tornam-se mais flexíveis, através de exercícios de estiramento relaxado, mantendo a postura, alongando determinados grupos e articulações, enquanto se relaxam outros.

A força é produzida através da flexibilidade e exercícios naturais. Os músculos e articulações são exercitados para acentuar suas qualidades e força natural, sem exageros. “Quando o homem nasce, ele é flexível e mole; morto, ele é rígido e duro”.

Equilíbrio e centralização

É semelhante à arquitetura de uma casa, em que, dentre todo o conjunto de cômodos, existe sempre uma área que se torna o centro, atraindo toda a energia e direcionando todas as atividades. Manter o corpo equilibrado significa ter uma boa postura “dos pés à cabeça”. Os exercícios reeducam nossa postura para manter-nos em nosso “eixo”, que não é somente físico, mas também mental e espiritual.

Coordenação motora e psicomotricidade

É a qualidade que está intimamente ligada à nossa capacidade física e mental, permitindo-nos assumir a consciência e a execução, levando à integração progressiva de aquisições, favorecendo uma ação dos diversos grupos musculares na sequência de movimentos, com o máximo de eficiência e economia. Atua também nas inter-relações harmônicas, que constituem a unidade do ser humano e sua convivência com os demais.

Postura

Quando falamos da postura de uma pessoa, logo pensamos em sua forma estética. Na prática do Taijutsu, os exercícios são destinados tanto à reeducação da postura externa quanto da interna. A postura de “adultos independentes” nos afasta da “criança” que carregamos dentro de nós, limitando-nos fisicamente. Na prática do Taijutsu, ter uma coluna flexível e saudável é fundamental, colaborando com a prevenção de muitas doenças.

Noção espacial

O Taijutsu é muitas vezes chamado de “a arte da distância”. Um mestre que domina seu espaço jamais será derrotado. A prática traz, com o tempo, essa noção de espaço, que acreditamos já dominar, mas estamos longe disso!

Estimulo sensitivo

“A maioria não vive, é vivenciado pelos acontecimentos”. O cotidiano, juntamente com a falta de movimento (exercícios) nos torna seres robóticos e insensíveis. Os exercícios de estímulo sensitivo, juntamente com a gradativa reeducação e conscientização corporal nos transformam em seres mais sensíveis aos pequenos sinais do corpo e gestos da vida, melhorando não somente os sentidos básicos, mas indo além deles.

Sentimento

Somos seres bipolarizados, integramos sempre “os dois lados da moeda”. Porém, queremos sempre viver o lado “claro” e ignorar o lado “escuro”, que existe e faz parte do universo que nos cerca. É impossível eliminar os sentimentos considerados ruins (medo, raiva, egoísmo, ansiedade, etc.), pois fazem parte importante de nosso íntimo. Devemos, sim, ser mais sensíveis para aceitar, controlar e equilibrar nossos sentimentos.

Auto-observação

Ao desenvolvermos uma maior consciência de nosso corpo, com a prática dos exercícios, tornamo-nos auto observadores, tendo uma maior intimidade, percebendo e aceitando os sutis sinais que nosso corpo nos envia, policiando-nos melhor e prevenindo os males à saúde.


error: Todo o conteúdo deste site está protegido!